Schlee recusa proposta 'indecorosa' da Globo

Atualizada às 22h03

A informação foi confirmada pelo próprio Schlee a mim e ao jornalista José Cruz, em conversa ontem à noite, antes de sua palestra no curso de Jornalismo da UFPel

EM PRIMEIRA MÃO............................................................................................

Um diretor da Rede Globo telefonou para o escritor Aldyr Schlee (foto) nesta semana com uma proposta. Segundo Schlee, o homem se identificou como Marcelo Moscovich.

Antes de explicar a a proposta, o diretor fez longo preâmbulo, demonstrando grande conhecimento sobre a trajetória de Schlee como jornalista, escritor, professor e desenhista, e elogiando o desenho que Schlee fez do uniforme da seleção brasileira de futebol - camisa amarela com verde e calções azuis - que vigora até hoje, mais de 60 anos depois de criado.

À certa altura, o homem fez enfim sua proposta, em nome da Rede Globo: perguntou a Schlee se ele "toparia refazer o uniforme da seleção para inaugurar na Copa de 2014 no Brasil". Considerando a proposta absurda, Schlee respondeu algo como: "Estou procurando nesse momento uma forma de não ser deselegante com você, mas a conversa, me desculpe, fica por aqui". E desligou o telefone.

Schlee disse a mim e ao Cruz que recusou a proposta porque não faria sentido redefinir seu trabalho original, uma concepção que ele considera adequada e em sintonia com a identidade do País.

Aos 19 anos, Schlee venceu um concurso entre desenhistas que conceberam sugestões de uniformes para a seleção, que até aquele momento era branco. Desde então, o uniforme da seleção, como o conhecemos, virou um símbolo nacional, mais popular até do que a bandeira do país.

Mudar o uniforme da seleção significaria não só alterar um símbolo incrustado no coração dos brasileiros (e no imaginário mundial), mas alavancar um negócio de milhões pelo simples fato de colocar um novo uniforme à venda nas lojas, fora outras formas de exploração comercial.

Hoje a Nike é a patrocinadora da Seleção Brasileira - tem contrato com a CBF nesse sentido. Já a Adidas é a patrocinadora da Copa do Mundo. As duas empresas são concorrentes fortes uma da outra.

Depois de publicada no Amigos, a notícia já chegou ao blog do jornalista da ESPN Flávio Gomes, que a publicou em seu site, depois de contatar o Amigos. Para você ver o poder da internet. Confira aqui.

O que pode estar por trás
Mudar o uniforme e colocá-lo à venda através da programação da Rede Globo, durante os próximos quatro anos, seria um negócio milionário. Capaz, por suposição e exemplo, de fazer com que a Adidas pagasse a multa de uma possível rescisão de contrato da CBF com a Nike, para que passasse ela, Adidas, a patrocinar, além da Copa, a Seleção.

Um negócio desses seria bom para a Adidas, para a Globo e até mesmo para a CBF, disse uma fonte especializada em esporte brasileiro.

Por fim, vale perguntar: O que a Rede Globo tem a ver com o uniforme da Seleção Brasileira?

Siga o Amigos de Pelotas no twitter
Assista a vídeos, entrevistas e comentários no canal TV Amigos no YouTube.

33 comentários:

Anônimo disse...

E' por estas e outras que admiro profundamente o Prof.Schlee, parabens
pela integridade moral e de carater.

Anônimo disse...

Não vejo nada demais na proposta.

Anônimo disse...

Pois deveria ver, anônimo acima. Pedir para um artista mudar a concepção do seu trabalho original é pedir a ele que invalide sua concepção. Nãp têm cabimento. A qem interessaria mudar as cores da camisa da seleção? Por sinal, mesmo mantendo a cor principal (amarela), às vezes já esquecem o verde na camisa, embora ,mantenham os calções azuis da proposta vencedora de Schlee. Sem dúvida, há intenções inconfessáveis por traz da proposta da Globo, que dá sinais de querer fazer da Copa de 2014 um meganegócio e etc.

Rubens Filho disse...

A entrevista do jornalista José Cruz, especialista em Política do Esporte, ao Amigos de Pelotas na TV, mostra bem a política por trás do esporte. Sugiro a quem não viu na tevê, assistir aqui no blog.

Anônimo disse...

Também não vejo problema na proposta, independente das intenções da Globo.
Não me parece que seja "Pedir para um artista mudar a concepção do seu trabalho original", mas, sim, sugerir que seja feito um outro trabalho original.
E não me parece que deva ser obrigatório que a seleção brasileira tenha que usar o mesmo uniforme nos próximos 500 anos...

Anônimo disse...

É porque ele não precisa. Se fosse um artista que matasse um leão por dia para sobreviver, qual o problema de rever sua própria criação, dar a ela um sopro de modernidade e ganhar uma grana? Fico indignado com essas falsas noções de integridade e ética. Vivemos num mundo regido pelo dinheiro. Por enquanto ainda não pagamos para respirar, mas vai chegar o dia em que isso será obrigação ou morreremos como ratos. Não vejo nada demais na proposta da toda poderosa Globo? Quem de nós não gostaria de atender o telefone, e do outro lado da linha estar um todo poderoso global querendo nossa criatividade? Vamos deixar de ser hipócritas!!!!! A atitude do nosso querido Schlee é de quem não precisa de dinheiro. E não quero dizer com isso que devemos sair por ai exercitando nossa universal capacidade de sermos vis e antiéticos. Não. Refiro-me a possibilidade de fazer algo profissional em troca de dinheiro, seja para o Globo ou para qualquer outra empresa de grande, médio ou pequeno porte.

Anônimo disse...

Então, a camisa da seleção é para todo o sempre imexível, como diria um ex-ministro? Ora, do mesmo jeito que esta foi criada - inspirada obra do Schlee, aliás -, outra poderá ser feita no futuro. O fato é que não há motivação no momento para isso e se houvesse nada indica que caberia ao Schlee fazê-lo.

Anônimo disse...

Indecorosa ???? Não morro de amores pela Globo. Mas, cá prá nós: não precisaria trocar as cores do uniforme, mas modificar alguma coisa, dando um toque mais contemporâneo. Quem sabe colocar o calção amarelo e a camiseta verde ???? E com o dinheiro recebido pela arte o artista, que tomou a atitude por que certamente dele não precisa, poderia doá-lo a uma escola de crianças carentes, incentivando as escolinhas de futebol. Tudo se atualiza, por que não o uniforme da seleção canarinho ??? Isso é que é jogar dinheiro pela janela e não dar um destino nobre para ele !!!! Acho que ele perdeu uma grande oportunidade de aparecer, além de artista e escritor consagrado, como alguém que fez alguma coisa pelos futuros craques da Seleção.

Anônimo disse...

Rubens, queremos saber o teor da proposta indecorosa feita ao Schlee. O Amigos, que prima pelo cuidado em suas denúncias, deveria publicar o texto da proposta. O post tem um tom denunsista e mais nada.

Anônimo disse...

Ao anônimo das 17:39> Meu caro - ou minha cara: se o professor tivesse aceitado a proposta, ele deixaria de ser íntegro? Jogaria o caráter na valeta? Faça-me o favor!!!!! Que mundo você vive?! A proposta "indecorosa" é dar nova concepção a sua criação. Não vejo nada demais nisso. A Globo quer ganhar dinheiro com isso? E quem não quer? Você, certamente, também quer.

Eduardo Paiva disse...

Vamos por partes.

Eu não acho que seja realmente um absurdo receber uma proposta de reestilização, simplesmente.

Também não acho que, simplesmente pelo "mundo ser regido por dinheiro", como disse um anônimo acima (identificação é sempre legal, viu...) que ele devesse fazer o trabalho.

E acho que o uniforme tb não é "imexível", como outro anônimo falou. Até porquê ele é reestilizado a cada 2 ou 3 anos pela fornecedora de material, hoje a Nike, ou qualquer outra que seja.

Entendo que, hoje, o uniforme da seleção brasileira é um dos maiores símbolos do nosso país. Em 1950 não era. Sendo assim, desculpem a comparação absurda, mas seria como se pintassem o Cristo Redentor para ele ficar colorido.

Mas isso é a MINHA opinião, e cada qual com a sua.

O que eu acho que REALMENTE importa nesta informação é: O que a GLOBO tem a ver com o uniforme da seleção brasileira? Não por ser a Globo, vilã preferida de todos os males do Brasil, segundo muitos, mas QUALQUER meio de comunicação ou congênere.

O fato é que mudar o uniforme caberia, única e somente, à CBF (calafrios). Se o Lula propusesse algo assim (não sou Lulista) levaria paulada de todos os lados. Então por que a Globo poderia fazer uma proposta destas? Que eu saiba, meios de comunicação servem para informar...

Pensem NISTO, e não se o artista deveria ou não aceitar a proposta. Isto é uma decisão pessoal do mesmo, e não cabe a nenhum de nós questionar. Questão de opinião.

E esta é a minha. hehehe.

Anônimo disse...

Mudar o uniforme da seleção? Que conversa é essa? Que tal mudar a bandeira do Brasil?

Anônimo disse...

A Rede Globo é uma usina de ideia$$$$.

Anônimo disse...

Perguntem pro Zagallo o que ele acha.

Trabalhador Pelotense disse...

Eu acho o seguinte: se o cara aceitasse diriam que estava certo, que é um ícone de Pelotas e até ofereceriam um troféu na câmara de vereadores. Se ele não aceitasse, como fez, é ícone da mesma forma, pessoa íntegra e por aí vai... também merece troféu.

Anônimo disse...

O que é que a Globo tem que ver com a camisa da seleção? Quem autorizou a Globo a ligar para Schlee? Ricardo Teixeira? Eta conversa estranha. Bem que fez o Schlee.

Anônimo disse...

Creio que Schlee, como qualquer artista, é zeloso de seu trabalho artístico, e certamente não acha que tenha de mudá-lo, seria como pedir para mudar o sorriso da Mona Lisa. Existem mil formas, como vem acontecendo, de mudar um detalhe aqui, acolá, que moderniza e atualiza o modelo nas mesmas cores, sem perder a originalidade que caracterizou tão bem o simbolo brasileiro nas copas mundiais.
A globo tem é que explodir, bem como os arcaicos da CBF. A Adidas, Nike, CBF e Globo não estão interessados no futebol brasileiro, mas no megalucro que todos vão ter, de qualquer forma...
O Schlee simplesmente tá se lixando para o capitalismo, deduzo.

Adeni Renato disse...

Realmente é preocupante ver a opinião de alguns comentaristas. Seja pela hierarquia de valores que tem ou pela ingenuidade em concordar que a Globo venha a sugerir qualquer mudança no uniforme canarinho. A Seleção Brasileira pertence ao povo e somente este poderia propor alguma mudança mais significativa no seu fardamento. Óbvio que pequenas alterações ocorreram durante o passar dos anos, seja para torná-lo mais comodo ou mais na "moda". Esta proposta vinda da Globo somente demonstra seu interesse em faturar mais á custa do povo. Ainda bem que outras emissoras cresceram e estão fazendo programação e jornalismo com qualidade para enfrentar a toda poderosa Globo, que sempre esteve em cima do muro na época da ditadura.

Anônimo disse...

Deve ser por que nosso fardamento atual não conter a nova cor que o simbolo da copa de 2014 estranhamente inseriu. VERMELHO ! Será que tem algo de ideológico nisso ?

Anônimo disse...

Como ficaria a Monalisa loira??

Anônimo disse...

Schlee mantem-se fiel 'a proposta que originou o u... Schlee mantem-se fiel 'a proposta que originou o uniforme da Seleção, usando as cores da Bandeira Nacional. Uniforme, hoje, já deformado por vários interesses. A camisa Canarinho tornou-se um símbolo da cultura esportiva nacional, reconhecida e disputada internacionalmente. Mudá=la seria contradizer o estilo que a consagrou. A mudança proposta tem fortes interesses econômicos de uma emissora q sabe produzir e faturar em cima de produtos de momento.

Maria Laura disse...

Maria Laura comenta:
Há pouco tempo tive a satisfação de ler e recomendar uma obra deste autor. Do mesmo modo, apreciei saber que foi dele a criação da camiseta da seleção brasileira.
É incontestável a influência da Rede Globo no marketing das idéias e representações. Não nego, não sou favorável. Entretanto, penso que o artista e escritor perdeu uma ótima oportunidade de revisitar, reler sua obra, com a presença e os olhos de seu tempo.
Talvez, lhe tenha sido mais forte seu radicalismo. E no mundo de hoje, ser radical é muito perigoso.

Anônimo disse...

A idéia de mudar o uniforme da seleção, antes ser indecorosa, é IDIOTA mesmo.

A camiseta assim como ela é se traduz na marca da seleção mais vencedora da história do futebol mundial.

Alguém deu ali a idéia de camiseta verde e calção amarelo...

Pelamordedeus!!!

Anônimo disse...

Quem tem que fazer alguma coisa é a CBF.
O antigo uniforme foi inspirado nas cores do glorioso Pelotas.
A ética está acima de tudo,menos na Globo.

Anônimo disse...

O que tem a Globo a ver com o uniforme da seleção? Ora, não nos esqueçamos que o uniforme criado pelo Schlee foi ganhador de um concurso promovido também por uma empresa de comunicação à época e que foi prontamente aceito como oficial pela antiga CBD. Naquela época podia? Agora não?
Ora, tenho outras coisas mais sérias prá me preocupar...

José CS Vidal disse...

Ha tempos - se a memória não me trai, em 2004 - a Globo anunciou em todos os seus noticiários, na voz cavernosa do C.Moreira, "o fim da camiseta canarinho". Anunciaram que, na partida seguinte, a Seleção brasileira usaria pela última vez a camiseta de 50 anos.
Surpresa geral. A Seleção continuou usando as mesmas cores, ligeiramente alteradas no tom.
Os originais seriam amarelo-ouro na camiseta e azul-cobalto no calção.

Existem milhares de desenhistas e figurinistas pelo Brasil afora. A Globo ou a CBF poderiam pedir para qualquer um deles que produzisse um novo desenho de camiseta. Haveria resistências, semelhantes aos comentários acima.
Mas pedir para o Schlee significa que o próprio autor reprovaria, substituindo, seu desenho original. Isso calaria milhares de protestos.

Um ardil, trata-se de um ardil.

Anônimo disse...

O torcedor fanático do Pelotas,é dautônico por.Me poupe ,por favor vê azul e amarelo e esqueceu do verde.Acho que inpiração do nosso artista se baseou nas cores da bandeira nacional,originada bem antes do Pelotas.

Anônimo disse...

falando em globo, (rbs)... manipulação.... pesquisem sobre "estupro nem pensar", organizado pelo blog tijoladas do mosquito e por favor ajudem a divulgar!!!!!!

Anônimo disse...

O Schlee não se baseou na camiseta do Pelotas. Ao contrário. O uniforme oficial do Pelotas é com a camiseta predominantemente AZUL, conforme seus estatutos. Apenas passou a usar a camiseta amarela depois do Schlee ganhar o concurso promovido por um jornal carioda para a seleção em 1950.

Hýbris disse...

Concordo com alguns que afirmam não ser "imexível" a camiseta da seleção. Mas acredito que isso deva ser feito apenas no caso de estanação da simbologia que a camiseta transporta ao brasileiro. Não acho que a camisa canarinho tenha perdido sua força desde que foi magistralmente criada pelo professor Schlee. Ela não está de modo algum defasada. Penso que fazer isso agora seria desnecessário e prejudicial à imagem do futebol brasileiro e à tradição que a camisa canarinho evoca. Ela é o símbolo máximo da grandeza do futebol brasileiro, conhecida e reconhecida por qualquer um mundo afora. Para mim, a proposta da Globo é ,sim, ofensiva. Seria como mudar a história do futebol brasileiro e subjugar o valor que essa história tem para nós neste momento. Portanto, não nego que talvez um dia seja necessário reestruturar a camiseta, mas essa reformulação deverá ser motivada por outro motivo que não o puramente capitalista e muito menos deverá ser de iniciativa da Rede Globo.

Inês disse...

Mudar ou não mudar não é a questão mas sim : - o que a Globo tem a ver com isso?

Anônimo disse...

Concepção artística???? Uma camisa amarela e uma calção azul...Meus Deus...o que diria Miquelangelo

Anônimo disse...

O farroupilha que pare de inventar e coloque o seu uniforme tradicional, porque o que atuou contra o Brasil é uma vergonha.