Rodeio da Fenadoce: precisamos dessa 'atração'?


 VOZ DO LEITOR 

Luciano Oxley Rodrigues
Leitor para o Amigos

A Fenadoce há muito tempo adquiriu público fiel, sendo a festa mais conhecida e festejada da nossa cidade. Juntamente com a estrela principal, que são os doces, durante a feira temos diversas atrações artísticas e as mais variadas exposições de produtos em diversos estandes.

Neste ano, sob o argumento de chamar mais público, produtores privados e a organização anunciam que durante a festa ocorrerão rodeios, nos moldes dos que acontecem em Barretos, interior de São Paulo. Bem, para quem não sabe, o Rodeio de Barretos é uma festa besta copiada de americanos caipiras, onde o que basicamente lá ocorre é um excesso de consumo de álcool em uma arena onde animais são soltos para sofrerem os mais diversos tipos de excessos de violência por vaqueiros, na melhor versão do estilo “valente cowboy”.


Na minha modesta opinião, isso é revoltante, pra não dizer medieval. A única boçalidade que admito são os chamados MMA, pois ali os protagonistas, além de homens, estão na arena por que querem, ninguém lhes obriga, e com isso assumem qualquer tipo de risco e consequência.

Não vejo nada de intelectual ou culto em se divertir com o sofrimento de seres sensíveis e inocentes. Convido o caro leitor para fazer uma breve pesquisa no que tange ao sofrimento e maus tratos dos animais em rodeios. Em Pelotas existiam touradas, que posteriormente acabaram sendo banidas pela população. Todos sabem que mortes de animais acontecem toda hora em eventos desse tipo.

Tenho certeza que a Fenadoce não crescerá em fama e público com o sofrimento de pobres animais em atrações como essa, pelo contrário, pois se há alguns anos não me interessava muito a feira, com certeza esse ano passarei longe da mesma, para não comungar com tamanha ignorância e estupidez - e acredito, que muitos farão o mesmo.

Por todo exposto, externo o meu repúdio e verdadeiro nojo para todas as pessoas que apoiam rodeios e demais eventos similares. Acho que a Fenadoce e a nossa cidade não precisam de um evento sanguinário e assassino, sob o argumento de mais divulgação. Com tantas coisas boas para apresentarmos, parece-me um despropósito adotar como atração violência contra seres indefesos praticadas por fantasiados de cowboys em posição desigual e covarde.

12 comentários:

Paulo Berndt disse...

Quelle horreur!
Como pode alguém conceber ideia tão estúpida e como pode a "organização" do evento aprovar tamanha insensatez?
Qual será a próxima grande ideia? Quem sabe vender docinhos fabricados com o sangue dos animais?

Leonora Oxley Rodrigues disse...

É lamentável que isto ocorra aqui em Pelotas, cidade que tanto se orgulha de sua tradição cultural. "Espetáculos" como este são o pior lixo que alguém poderia trazer. Triste, bizarro medieval!!!

Helenice disse...

Excelente texto! Mais um motivo para eu não pôr meus pés naquele local. 200 de quê????

Anônimo disse...

Oportuna a abordagem. Pós Graduando em Direito Ambiental, lamento que a FENADOCE estimule a barbárie. A Constituição Federal em seu artigo 225, a Lei 9605, a Declaração Universal dos Direitos dos Animais (UNESCO, 1978), protegem nossos amigos bichos. Fico revoltado com a atrocidade promovida pelo homem, sempre em busca da compensação econômica/financeira. E o Ministério Público...???

Anônimo disse...

Oh, rodeio com Fenadoce? Estão juntando Fenadoce com Expofeira, ha um ano atrás eu fiz isso lembra Rubens? quando analisando o mascote Formiga criei o mascote Carrapatão que seguindo os mesmos padrões cretinos poderia ser o símbolo deste evento campeiro.
É isso aí conforme a montagem que fiz na época, agora temos lado a lado a Formiga e o Carrapatão.
Ass. Moebius (Hoje Fortino Reyes).

Anônimo disse...

Pois então, campanha aberta de BOICOTE á FENADOSANGUE, digo, FENADOCE... se é mídia que respeitam, então, isso tem que ir à mídia!

Anônimo disse...

A FENADOCE remete ao rodeio.
O carnaval remete ao doce ("Doce Folia").
Pouca coisa em Pelotas tenta se promover pelo que realmente é.

Anônimo disse...

Ao invés deste rodei brega, poderiam organizar em cada semana um show com bons artistas brasileiros ou mesmo estrangeiros (nada de sertanejo please!), com preço reduzido - isso faria muito bem a cidade, já que todos os bons shows são caros e sediados no teatro da familia do prefeito...
Armani

Anônimo disse...

Parece que o mau gosto tá virando moda em Pelotas! A favelização dos calçadões, a estética Walt Disney da Fenacode e, agora me aparecem com essa de rodeio pseudo-americano-paulista?! Está faltando cultura aqui, dessa forma tem que buscar fora?
Miguel

Anônimo disse...

que triste esse rodeio. deixarei de ir por causa disso.

J. A. Magalhães disse...

Só um comentário:
http://www.youtube.com/watch?v=nzOKMBmwH6M

Anônimo disse...

A Fenadoce nao passa de um camlódromo, entao esta atracao nao faz qualquer diferenca!